Reforma da PAC | Presidência portuguesa está empenhada em construir um acordo em junho

28/05/2021

A presidência portuguesa do Conselho da União Europeia está empenhada em construir um acordo para a reforma da Política Agrícola Comum (PAC) até ao final de junho, mês em que termina o mandato de Portugal.

 

No final de uma uma semana de negociações com o Parlamento Europeu, para a obtenção de um entendimento entre as partes, a manutenção de divergências em pontos relevantes das propostas regulamentares da PAC levaram o Conselho a solicitar à Presidência Portuguesa que interrompesse as negociações após os dois intensos dias de reunião de Conselho de MInistros de Agricultura.

Maria do Céu Antunes, afirmou durante a conferência de imprensa já esta sexta-feira que "a Presidência Portuguesa está disponível para reiniciar, com o mesmo sentido de compromisso, a procura de soluções para concluir a reforma da PAC”, reforçando a importância da construção de um acordo para a reforma da PAC durante a o mês de junho. As propostas legislativas, apresentadas pela Comissão Europeia, estão a ser discutidas há três anos e que, para que os Planos Estratégicos da PAC não fiquem comprometidos, é determinante que o acordo seja fechado no próximo mês.

A Ministra reforçou ainda que é crucial que a nova PAC “seja moderna e que permita que a agricultura europeia faça uma transição para uma maior integração dos objetivos ambientais e climáticos, refletindo uma maior preocupação social, garantindo a competitividade dos agricultores e não deixando ninguém para trás”. Além disso, frisou: “Queremos que a reforma da PAC reforce o sistema agroalimentar europeu, tornando-o mais sustentável e mais justo para todos”.

Contactos

Email: geral@gpp.pt

 

Telefone:

(+351) 213 234 600

Fax:

(+351) 213 234 601
 

Encarregado da Proteção de Dados do GPP: encarregado.protecao.dados@gpp.pt

 

Data de atualização

02-08-2021

 

rep_pt1gppMAMM.png

 

w3cvalidhtml5png

Copyright © 2018 GPP. All rights reserved.

Pesquisar