Programa e Prioridades da Presidência Espanhola

Programa e Prioridades da Presidência Espanhola

No período compreendido entre 1 de julho a 31 de dezembro de 2023, a Espanha assume a Presidência Rotativa do Conselho da União Europeia (UE), sucedendo à Suécia.
Sob o lema “Europa mais próxima”, as quatro áreas prioritárias da Presidência espanhola incidem sobre:

  1. Reindustrializar a União Europeia e assegurar a sua autonomia estratégica aberta;
  2. Avançar na transição ecológica e na adaptação ambiental;
  3. Promover uma maior justiça social e económica;
  4. Reforçar a unidade europeia.

 

Prioridades da Presidência Espanhola para a Agricultura e Pescas

Nas prioridades estabelecidas para a agricultura, a Presidência Espanhola terá como principais princípios orientadores os seguintes:

  • Promoverá as tecnologias agro-alimentares com vista à transição para um modelo de produção mais sustentável, permitindo a preparação para as alterações climáticas e reduzindo a nossa dependência das importações num cenário geopolítico instável. Promoção das novas tecnologias contribuirá para que a UE se mantenha na vanguarda da tecnologia e da inovação agroalimentar, nomeadamente no que diz respeito à negociação que se iniciará relativa às novas técnicas genómicas;
  • Intensificará as negociações sobre a proposta de revisão da legislação da UE relativa ao material de reprodução vegetal;
  • Iniciará a negociação sobre a proposta de revisão da legislação relativa ao bem-estar dos animais, assegurando a competitividade, a rentabilidade e o futuro da pecuária europeia;
  • Trabalhará para aumentar a segurança alimentar, bem como a segurança e a proteção da saúde animal e vegetal e do ambiente, dando nomeadamente continuidade aos trabalhos sobre a proposta de regulamento relativo à utilização sustentável dos produtos fitofarmacêuticos, bem como sobre a legislação relativa às medidas de proteção contra as pragas vegetais;
  • Será dada prioridade à análise dos progressos alcançados pelos Planos Estratégicos da PAC, iniciados em 2023, na medida em que estes se constituem como um instrumento essencial para favorecer as melhores práticas na agricultura garantindo a estabilidade dos rendimentos;
  • Pugnará pela defesa das indicações geográficas e regimes de qualidade para produtos agro-alimentares, vinhos e bebidas que garantam uma produção sustentável e de qualidade, pela sua importância nas regiões e o seu compromisso com os objetivos do Pacto Ecológico;

A Presidência realizará uma conferência de alto nível sobre o futuro das zonas rurais com vista a dar destaque às oportunidades oferecidas pelas zonas rurais, inspirando-se na visão a longo prazo da UE para as zonas rurais e no Pacto Rural da UE.

O impulso das novas tecnologias ajudará a UE a manter a sua liderança em todos os domínios, incluindo as novas tecnologias genómicas esta temática será o mote para o debate na Reunião Ministerial Informal sobre agricultura que se realizará em Córdova, em 4 e 5 de setembro.

Nas prioridades estabelecidas para as Pescas, a Presidência Espanhola assume como principais princípios orientadores:

  • Promoverá a descarbonização do sector das pescas, fomentando a procura de alternativas sustentáveis que sejam económica e funcionalmente viáveis, através do investimento na sustentabilidade, na inovação e na digitalização;
  • Centrar-se-á igualmente no reforço do papel da Política Comum das Pescas (PCP) para garantir o abastecimento alimentar e a independência da União Europeia, assegurando condições equitativas para as operações de pesca externas da UE, bem como a manutenção sustentável da atividade e do equilíbrio do mercado através da organização comum de mercado;
  • Esforçar-se-á por racionalizar o processo de tomada de decisões, de modo a que se possa chegar a acordo sobre os Totais Admissíveis de Capturas (TAC), estabelecendo TAC plurianuais e incluindo análises socioeconómicas nos relatórios científicos.

Estas prioridades serão debatidas na reunião ministerial informal sobre as pescas que se realizará em Vigo, em 17 e 18 de julho.

 

Calendário das reuniões do Conselho de Ministros de Agricultura e Pescas, da Presidência Espanhola

AGRIFISH 

  • 17 e 18 de julho de 2023, Vigo (informal)
  • 25 de julho de 2023, Bruxelas
  • 3 a 5 de setembro de 2023, Córdoba (informal)
  • 18 e 19 de setembro de 2023, Bruxelas
  • 23 e 24 de outubro de 2023, Luxemburgo
  • 20 e 21 de novembro de 2023, Bruxelas
  • 11 e 12 de dezembro de 2023, Bruxelas

  

Calendário das reuniões do Conselho de Ministros de Agricultura e Pescas, da Presidência Espanhola  

 Data

 Reunião / Local

Documentos

  7 a 18 de julho   Reunião Ministerial Informal Agricultura e Pescas / Vigo Programa 
  25 de julho   Conselho de Ministros de Agricultura e Pescas  /  Bruxelas  Agenda e Resultados
 3 a 5  de setembro   Reunião Ministerial Informal Agricultura e Pescas / Córdoba Tema e Resultados
 18 e 19 de setembro   Conselho de Ministros de Agricultura e Pescas  /  Bruxelas Agenda e Resultados
  23 e 24 de outubro   Conselho de Ministros de Agricultura e Pescas  /  Luxemburgo  Agenda e Resultados
 20 e 21 de novembro   Conselho de Ministros de Agricultura e Pescas  /  Bruxelas Agenda e Resultados 
 11 e 12 de dezembro  Conselho de Ministros de Agricultura e Pescas  /  Bruxelas Agenda e Resultados  

 

Contactos

Email: geral@gpp.pt

Telefone: (+351) 213 234 600

Encarregado Proteção Dados:
encarregado.protecao.dados@gpp.pt

Data de atualização

12-04-2024

logotipo República Portguesa - Agricultura e Pescas

logoGPP final

 

w3cvalidhtml5png

Copyright © 2018 GPP. All rights reserved.

Pesquisar